Site ajuda projetos sociais a captarem R$ 7 mi

Publicação
Seguindo a tendência de eliminar intermediários na prestação de serviços, uma startup mineira chega ao mercado para fazer a ponte entre quem financia ações sociais e quem as executa. O Prosas (www.prosas.com.br) é uma plataforma que conecta investidores a ONGs e empreendedores que trabalham com projetos ligados à saúde, educação, cultura e outras áreas. De quebra, incentiva a profissionalização da gestão do dinheiro e facilita a prestação de contas. A plataforma foi lançada em junho e, só no ano passado, apoiou a distribuição de R$ 7 milhões.
 
No site, empresas, órgãos públicos e fundações que buscam projetos para investir podem lançar chamadas abertas para empreendedores, sejam eles pessoas físicas ou organizações não governamentais. Funciona como uma espécie de edital, com diretrizes estabelecidas pelos próprios patrocinadores, como região e campo de atuação. "Isso resolve um gargalo que percebíamos nesse setor, das companhias dispostas a investir, mas com dificuldade para encontrar um projeto com o perfil certo", explica Bruno Barroso, um dos sócios do Prosas.
 
A plataforma concentra a oferta de investimento social e aumenta as oportunidades de captação de recursos, mas a atuação da startup não para por aí. Para potencializar a aplicação do montante, o Prosas oferece ferramentas de prestação de contas e monitoramento, com foco em dados qualitativos sobre os projetos. "Isto resolve outro problema do setor: em geral, é necessário conhecer melhor os resultados obtidos", diz o gerente de relacionamento Ricardo Kadouaki, que completa: “A mudança também beneficia os próprios projetos que ganham, além do aporte, a possibilidade de usar tecnologia como ferramenta de gestão”.
 
Outro objetivo da startup é permitir que a população beneficiada pelos investimentos possa interagir com as iniciativas na plataforma. Por meio de uma lógica parecida com a de outras redes sociais, qualquer pessoa pode entrar gratuitamente no site e identificar, acompanhar e recomendar os projetos a entidades cadastradas.
 
O Prosas é residente do Cubo Coworking, espaço de inovação patrocinado pelo Banco Itaú. Ao todo, são cerca de três mil usuários e quase 700 empreendedores sociais cadastrados. A startup cobra uma taxa anual das empresas e é gratuita para os demais atores, com funcionalidades extras pagas. Para 2016, a expectativa é movimentar R$ 20 milhões em aportes por meio de chamadas no site.

Fonte: Prosas

 

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

Nosso Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009